Eleições 2013 para o DCE – USP

Image

 

Como votar na sua chapa preferida para o DCE?
O regimento completo está publicado em : 
http://www.dceusp.org.br/2012/10/regimento-das-eleicoes-para-o-dce-2013/

As eleições ocorrem nos dias 27, 28 e 29 de novembro. Verifique se a urna está aberta em sua unidade. Caso esteja em outra unidade, você pode votar em trânsito, com voto mantido em separado e registro do ocorrido em ata, em urnas estabelecidas naquela unidade.

No ato da votação, o aluno deverá apresentar a carteira de estudante ou o atestado de matrícula acompanhado de documento com foto sempre que solicitado. No caso do voto em separado, o aluno deverá apresentar a carteira de estudante ou o atestado de matrícula acompanhado do RG. Você deve assinar a lista de votação que será fornecida pela Comissão Eleitoral. 

O voto é secreto. Não deixe que fiquem tentando ver em quem você vai votar. A boca de urna também deve ser mantida distante da mesa de votação. Exija respeito.

Caso não encontre urnas em sua unidade, faltarem cédulas ou encontrar qualquer problema para votar, reclame com seu CA, com a comissão eleitoral ou contacte-nos.

Todos os alunos da graduação ou da pós tem direito a votar para o DCE.

A responsabilidade pelo encaminhamento das eleições em cada unidade é do respectivo Centro Acadêmico e da Comissão Eleitoral. Caso o Centro Acadêmico não realize o pleito eleitoral, a Comissão Eleitoral ou 05 (cinco) alunos do curso poderão realizá-lo, sendo estes devidamente autorizados pela Comissão Eleitoral; o Centro Acadêmico deve ser avisado sobre o horário e local de abertura da urna na unidade.

As propostas de nossa chapa estão sendo publicadas aqui: 
https://www.facebook.com/EvolucaoUsp

Deixe um comentário

Arquivado em USP

NOTA DE REPUDIO À ATITUDE ANTI-DEMOCRÁTICA DO DCE NA CONGREGAÇÃO DA FFLCH

No dia 20 de setembro de 2012, a Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas assistiu a mais um triste capítulo de sua história. O fato foi protagonizado por parcelas do movimento estudantil que mais uma vez agiram com sua tradicional inconseqüência e capacidade de desmoralizar a categoria como um todo. Na nova tentativa de adiar mais uma eleição, integrantes da atual gestão do DCE invadiram o auditório da Geografia, onde se reunia o Colégio Eleitoral para a eleição de diretor da FFLCH, e impediram que o processo se concretizasse. Uma tarde recheada de exemplos de como uma democracia não é construída. Ela não se faz impedindo os membros da congregação de expressar sua opinião através do voto, nem cercando uma urna eleitoral.

O grande espetáculo, concebido para fomentar e criar fatos políticos diante de uma gestão de DCE inerte, foi justificado pelo veto da atual Diretora Sandra Nitrini perante a indicação dos Representantes Discentes biônicos.

Vamos aos fatos: Há cinco anos não existem eleições de representantes dos estudantes para a Congregação da FFLCH. Estas eleições devem ser organizadas pelos Centros Acadêmicos. Segundo o regimento, os Representantes Discentes que participarem do Colégio Eleitoral devem ser eleitos diretamente pelos estudantes, eleições que estão seguindo o seu processo tardio, mas normal, e devem se concretizar nos dias 03, 04 e 05 de outubro. Ou seja, para incluir os “seus escolhidos”, o grupo que lá estava desrespeitou um processo democrático de escolha de representantes em andamento e INDICOU seus biônicos à revelia dos mais de 13 mil estudantes da célula Mater desta Universidade que não foram consultados. Obviamente o discurso democrático não passa de oportunismo, porque na prática o que se vê é autoritarismo, agressividade e truculência.

Gostaríamos de manifestar mais uma vez nossa total discordância com a atitude de nossos colegas e enfatizar que nossa proposta sempre foi que o movimento estudantil busque fortalecer o diálogo e, especialmente, fortalecer as instituições democráticas dentro da universidade.

A atual gestão do DCE tem se mostrado um grande engodo. Os fatos não deixam mais dúvida.

No último Congresso dos Estudantes, tentou-se adiar novamente as eleições da entidade, com o claro intuito de caça-aos-calouros no início do próximo ano e, neste momento, usa-se o mote de luta por democracia com total falta de respeito justamente às instituições democráticas que temos.

Quiseram ocupar um espaço institucional de maneira indevida, uma vez que não temos RDs eleitos, por falta de empenho dos próprios estudantes nos últimos anos.

O DCE-Livre atropelou a decisão plenária dos alunos da FFLCH, que recusaram antecipadamente ações como essas. O DCE não tem o direito de se julgar no direito de impor seus entendimentos à revelia dos estudantes.

Curiosamente, na mesma data, o DCE promovia o ato-debate “Contra a ideia da força, a força das ideias”.

É importante aproveitarmos este texto para agradecermos às atuais gestões dos 5 CAs de nossa faculdade pelo trabalho em organizar as eleições para RDs da congregação do próximo mês, cujos edital e regimento seguem em link abaixo:

 

Edital e regimento para eleição dos RDs da Congregação da FFLCH:

http://www.fflch.usp.br/df/caf/sites/default/files/arquivos/edital_de_convocacao.pdf

http://www.fflch.usp.br/df/caf/sites/default/files/arquivos/regimento_-_eleicoes_rds_fflch_2012.pdf

 

Edital para eleição do Diretor da FFLCH:

http://fflch.usp.br/sites/fflch.usp.br/files/Diretor2012.pdf

 

Subscrevem,

 

Vinícius Oliveira do Carmo, Ciências Sociais FFLCH (RD no CO)

James Emanoel Candido, IRI (RD no CO)

Edgar Cutar Junior, Engenharia Florestal ESALQ  (RD suplente no CO)

 

Marcello Messias, Ciências Contábeis, FEA (RD no COG)

Pilar Ferrer Gomez, História FFLCH (RD no COG)

 

Lucas Petean Amaro, Ciências Sociais, FFLCH (RD no COCEX)

Irina Frare Cezar, Ciências Sociais FFLCH (RD suplente no COCEX)

 

André Scholz, Filosofia FFLCH

Bruno Rosa, Filosofia FFLCH

Daniela Ortega, Letras FFLCH

Everal R V Silva, Letras FFLCH

Márcio Ricardo Becker Góis,  Filosofia FFLCH

Robson Cesar Zanovello,  Ciências Sociais  FFLCH

Camila Silvestre dos Santos, Letras FFLCH

Rafael do Nascimento Teixeira, Filosofia  FFLCH

Christian de Mello Sznick , Letras FFLCH

Raquel Krempel, Filosofia FFLCH

Fernando Del Lama, Filosofia FFLCH

Bárbara Roma, Letras FFLCH

2 Comentários

Arquivado em USP

Comunicado

Vimos, por meio deste, comunicar nosso afastamento como apoiadores da chapa Reação, que concorreu para as últimas eleições do DCE/USP.

Os eventos ocorridos em nossa universidade no fim do ano de 2011, apoiados por membros das outras quatro chapas adversárias – os quais produziram uma greve manobrada politicamente, desrespeitando diversas vezes o espaço e os direitos de outros estudantes – nos levaram a apoiar a carta-programa da chapa Reação, por ser, em nossa opinião, a única que propunha um movimento estudantil democrático, considerando a participação de todos os estudantes.

A partir de agora, seguiremos nosso trabalho dentro do grupo (Я)EVOLUÇÃO USP, o qual propõe um movimento democrático, de posição claramente partidária, unindo integrantes de centro-esquerda, centro e centro-direita, de várias unidades e campi da USP, os quais se posicionam veementemente contra qualquer forma de extremismo, autoritarismo e conservadorismo reacionário dentro do movimento estudantil, seja de direita ou de esquerda.

Consideramos que, além de muitas incongruências dentro do movimento estudantil, existe um vácuo no espaço político de nossa universidade, entre dois polos que são fundamentados por intransigência ideológica e confrontação política extremista.

Nossa proposta se expressa claramente em direção à criação de um espaço em que o respeito seja regra, integrando pensamentos diferentes dentro de um debate contínuo, democrático e que amplie a participação, fundamentando-se numa real representatividade dos estudantes da USP, para que construamos um movimento que produza resultados políticos benéficos a todos.

Desde já, gostaríamos de manifestar nosso apoio a todos os grupos criados por minorias dentro de nosso ambiente acadêmico, os quais apresentam reivindicações legítimas em nossa sociedade e tem pleno direito a se expressar no ambiente político democrático.

Independentemente de qualquer posicionamento crítico, somos unânimes em concordar que qualquer declaração pública deva ser feita de forma séria e respeitosa, seja contra adversários ou contra a instituição em que estudamos, visando a um debate construtivo e congregado, num ambiente político civilizado e inclusivo.

Estamos disponíveis para mais esclarecimentos a quem se interessar.

Camila Silvestre – Letras – FFLCH – USP

Irina Frare Cezar – Ciências Sociais – FFLCH – USP

Márcio Ricardo Becker Góis – Filosofia – FFLCH – USP

3 Comentários

Arquivado em USP

Evolução no Facebook

O grupo Evolução mantem um grupo aberto no Facebook. Participe das discussões!

 

https://www.facebook.com/groups/evolucao.usp/

Deixe um comentário

Arquivado em USP

Senso comum, política de abrasão

por Rapha Marks – estudante de Engenharia Civil da Universidade Federal de Viçosa e Diretor de Comunicação da ONG Engenheiros sem Fronteiras

Image

Na mesma semana em que Ifes (Instituições Federais de Ensino Superior) e outras instituições de ensino público falam de greve por conta do descaso do governo, surgem nas redes sociais imagens e textos de auto-ajuda, nos quais mulheres são levadas a acreditar que o príncipe encantado não existe, homem que é homem gosta de futebol, é mulherengo e tarado. A princípio, para um observador desatento pode parecer que tais ações não estejam interligadas, mas se olharmos a fundo veremos que esse é um reflexo da conjuntura psicológica nacional que reflete em nossa política.

Atualmente somos banhados por uma onda de senso comum que tem se disseminado por redes sociais, noticiários e mídias, sejam impressas ou televisas. É verdade que esse não é um fato atual, já é decorrente de séculos, mas ele tem ganhado força com a globalização e o avanço da tecnologia. Ao que parece, apesar do acesso a múltiplas opiniões e pontos de vista, o povo é apanhado por aquelas que possuem teor de entretenimento . Uma informação mais inflada, com tom mais ríspido e escrachado, temperado com escárnio, comédia e drama. Essa é a mais pedida, a mais procurada.

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em USP

Evolução para o Caell 2012

O grupo Evolução USP apresenta a chapa Evolução, que concorre às eleições do Centro Acadêmico de Estudos Linguísticos e Literários (CAELL) do curso de Letras da FFLCH – USP.

Para mais informações, acesse a página do blog exclusivamente dedicada à chapa:  https://evolucaousp.wordpress.com/evolucao-no-caell

Curta a página no facebook: https://www.facebook.com/EvolucaoCaell

Deixe um comentário

Arquivado em USP

Algumas verdades inconvenientes

Por Paulo Saiki – 4º ano da Medicina USP-Ribeirão Preto

Image

Antes de lerem qualquer um dos meus textos, aconselharia os textos “DANDO NOME AOS BOIS”, de Márcio Becker Góis, e “Seja Feita a Nossa Vontade”, de Gustavo Pamplona. os quais considero bons textos, alinhados com parte da opinião e alguns fatos que aqui vou expor.

Já aviso que estou fazendo uma retrospectiva sobre o grande bafafá do ano passado. Começarei desmistificando algumas coisas e por fim colocarei minha opinião sobre esses fatos.  Lendo os textos deste blog, de blogs apoiadores dos “grevistas”, comentários postados nos dois e outras fontes, acho que eu poderia esclarecer alguns deles. Faço isso porque creio que, se não entendermos o passado, não podemos nos orientar no presente e futuro.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em USP